ATUALIZAÇÃO DAS PÁGINAS DO SITE

 

Sempre que estiverem esperando a postagem de alguma lição, sugiro que o F5 seja pressionado, de vez em quando, para que a página aberta seja atualizada no vosso navegador.

 

 

IMPORTANTE

 

Não temos nenhuma ligação com a Sociedade Torre de Vigia ou as Testemunhas de Jeová. Nosso credo e linha doutrinária são os da Igreja Evangélica Assembleia de Deus, Ministério do Belém em São Paulo.

 

 

ARTIGOS / TEXTOS SOBRE A BÍBLIA SAGRADA

 

 

 

 

ARTIGOS PARA OBREIROS

 

 

 

 

REVISTA ADULTOS
LIÇÃO 7: JESUS — SUMO SACERDOTE DE UMA ORDEM SUPERIOR — 18/02/2018

 

Lições Bíblicas CPAD - Lição 7 - 1º Trimestre de 2018

 

O capítulo sete de Hebreus apresenta o sacerdócio de Jesus numa nova perspectiva — Ele é sumo sacerdote segundo a Ordem de Melquisedeque (Sl 110.4 cf. Hb 7.17). O autor mostra que a profecia do salmista, na qual revela um sacerdócio de outra ordem, superior à de Arão e à levítica, teve seu fiel cumprimento em Jesus (Hb 7.13). Mas mesmo pertencendo à mesma ordem sacerdotal, o autor sublinha a proeminência de Jesus sobre Melquisedeque quando afirma que este “foi feito semelhante ao Filho de Deus” (Hb 7.3) e não o contrário. O pensamento do autor é mais bem compreendido se observarmos o sacerdócio de Jesus quanto aos aspectos de sua tipologia, de sua natureza e de seus atributos. Há muitas especulações sobre a pessoa de Melquisedeque, mas à luz do contexto bíblico é melhor vê-lo como uma pessoa histórica de natureza tipológica. Melquisedeque, portanto, deve ser visto como um tipo que aponta para Jesus Cristo. Nesse aspecto, o escrito sagrado mostra o sacerdócio de Jesus como de natureza eterna, imutável e perfeita.

 

 

 

REVISTA JOVENS
LIÇÃO 7: O PERIGO DA FALSA RELIGIOSIDADE — 18/02/2018

 

Lições Bíblicas Jovens CPAD - Lição 7 - 1º Trimestre de 2018

 

Quando o assunto é falsa religiosidade, não podemos deixar de falar dos escribas e fariseus, pois com suas práticas religiosas, eles cometiam muitas injustiças e lançavam fardos pesados sobre os outros. Estes, erroneamente, trocaram a religião pura, a comunhão com Deus, pela mercantilização da fé. No capítulo 15 de Mateus, vemos os escribas e fariseus acusando os discípulos de Jesus de transgredirem as tradições dos anciões (v.2). Devido ao comportamento hipócrita deles, Jesus os chama de “condutores cegos”, que guiam outros “cegos” a reproduzirem suas condutas hipócritas (Mt 15.14).

Quanto mais Jesus se aproximava de Jerusalém, maior era a severidade dos confrontos com as facções religiosas judaicas que não suportavam ouvir os ensinos de Jesus.

 

 

 

LIÇÕES BÍBLICAS CPAD — 1º TRIMESTRE DE 2018

 

REVISTA ADULTOS

 

Lições Bíblicas CPAD - 1º Trimestre de 2018

 

Neste trimestre estudaremos a Carta aos Hebreus. Por que estudá-la? Em primeiro lugar, porque essa carta é diferente de qualquer outra em o Novo Testamento. Trata-se de uma carta intensa e poderosa em conteúdo e, por isso, profunda para o nosso aprendizado. É a carta do Novo Testamento que mais se refere ao Antigo a fim de expor sua excepcional ênfase na pessoa e no ministério de Jesus Cristo. Nesse aspecto, é uma carta altamente cristológica. A autoria dos comentários é do irmão José Gonçalves.

 

Lição 1: A Carta aos Hebreus e a excelência de Cristo.

Lição 2: Uma Salvação grandiosa.

Lição 3: A superioridade de Jesus em relação a Moisés.

Lição 4: Jesus é superior a Josué — O meio de entrar no repouso de Deus.

Lição 5: Cristo é superior a Arão e à Ordem Levítica.

Lição 6: Perseverança e fé em tempo de apostasia.

Lição 7: Jesus — Sumo Sacerdote de uma Ordem superior.

 

 

 

REVISTA JOVENS

 

Lições Bíblicas Jovens CPAD - 1º Trimestre de 2018

 

Com a graça do Senhor, estamos iniciando um novo ano e um novo trimestre. Começaremos estudando o primeiro dos Evangelhos Sinóticos, cujo escritor foi Mateus, um cobrador de impostos, desprezado por muitos, mas escolhido e vocacionado por Jesus para ser um dos seus doze discípulos. O público-alvo dele eram os judeus, por isso, encontramos no seu texto várias referências ao Antigo Testamento.

O objetivo de Mateus era mostrar aos judeus que Jesus Cristo era o Messias que havia sido prometido desde o Jardim do Éden e anunciado pelos profetas. Por isso, ele inicia apresentando a genealogia de Jesus Cristo. Mateus se preocupa em mostrar que Jesus era descendente de Abraão e da família de Davi.

O Evangelho de Mateus mostra que Deus cumpriu sua promessa de redenção ao enviar Jesus, nosso Salvador! O Filho de Deus veio ao mundo, implantou o seu Reino, curou os doentes, ensinou às pessoas, morreu na cruz e ao terceiro dia ressuscitou. Ele está vivo! Seu Reino jamais terá fim e em breve voltará para arrebatar a sua Igreja e todos os que pertencem, pela fé, a Ele. Essa é a nossa real esperança! A autoria dos comentários é de Natalino das Neves.

 

Lição 1: O Evangelho de Mateus.

Lição 2: O nascimento de Jesus segundo o Evangelho de Mateus.

Lição 3: O batismo de Jesus.

Lição 4: A tentação de Jesus.

Lição 5: Os primeiros discípulos.

Lição 6: Os discípulos são comissionados por Jesus.

Lição 7: O perigo da falsa religiosidade.

 

 

 

REVISTAS ANTIGAS JOVENS E ADULTOS

 

Lições Bíblicas CPAD — 2º Trimestre de 2001

 

Lições Bíblicas Jovens CPAD - 2º Trimestre de 2001

 

Lição 1: As Bem-aventuranças do Reino.

Lição 2: Cristãos relevantes no mundo.

Lição 3: O padrão ético do Reino de Deus.

Lição 4: O padrão do relacionamento pessoal.

 

 

 

PROPÓSITO DO SITE

 

Disponibilizar recursos para professores da EBD (Escola Bíblica Dominical), incluindo as Lições Bíblicas antigas publicadas pela Casa Publicadora das Assembleias de Deus (CPAD).

 

 

Procura apresentar-te a Deus aprovado, como obreiro que não tem de que se envergonhar, que maneja bem a palavra da verdade. (2Tm 2.15)